sexta-feira, 15 de junho de 2012

Diretor: Bill Condon


Bill Condon (nascido William Condon, Nova Iorque, 22 de outubro de 1955) é um roteirista e diretor de cinema estadunidense, vencedor de um prêmio Oscar por Gods and Monsters.
Condon é conhecido por escrever e dirigir Dreamgirls - Em Busca de um Sonho (2006),Kinsey - Vamos Falar de Sexo (2004) e Gods and Monsters (1998). Em 2003, ele foi nomeado a um novo Oscar pelo roteiro de Chicago (2002). Os próximos dois grandes trabalhos do cinesta serão lançados em 2011 e 2012, e se tratam das duas partes do filme A Saga Crepúsculo: Amanhecer: Amanhecer (parte I) eAmanhecer (parte II).

Condon dirige filmes desde 1987, quando começou sua carreira como diretor de Sister, Sister (estrelado por Eric Stoltz e Jennifer Jason Leigh), e desde então ele dirigiu cerca de nove filmes. Também trabalhou em uma boa quantidade de longas-metragem (incluindo o filme-musical Chicago – que lhe rendeu uma indicação ao Oscar por melhor roteiro – e Shortcut To Happiness).
Em 1999, Condon lança Gods and Monsters (pelo qual ele ganhou o oscar de Melhor Roteiro, com Brendan Fraser, Ian McKellen e Lynn Redgrave), um relato em boa parte ficcional dos últimos dias do cineasta James Whale, inglês expatriado que fez fama em Hollywood nas décadas de 1930 e 1940.
Kinsey (estrelado por Liam Neeson e Laura Linney), que conta a história do biólogo americano Alfred Kinsey na luta para mostrar a ciência como cura para a opressão sexual chegou aos cinemas em 2004, causando uma série de polêmicas nos Estados Unidos, inclusive protestos.
No ano de 2006 seria a vez de Bill Condon exercitar seu talento para musicais, como fez em 2002 no roteiro de Chicago, agora emDreamgirls (com a vencedora do oscar Jennifer Hudson, Jamie Foxx, Beyoncé Knowles e Eddie Murphy), um drama que balança ao compasso esfuziante do som negro americano através dos discos e shows de um trio vocal feminino chamado Dreamettes, consolidando seu prestígio junto a público e crítica.
Em paralelo à vida de diretor, Condon foi um dos produtores da festa do Oscar de 2009, cuja apresentação ficou por conta do australiano Hugh Jackman, ao lado de Laurence Mark.
Recentemente, em abril de 2010, Bill Condon foi oficializado como o diretor do quarto e último filme da Saga Crepúsculo, Breaking Dawn. Posteriormente, decidiu-se que o longa-metragem será dividido em duas partes, ambas dirigidas por Condon. O diretor constava na lista que a produtora Summit Entertainment estava sondando para o filme, que incluia também Sofia Coppola e Gus Van Sant. De acordo com comunicado da Summit enviado à imprensa norte-americana, Condon disse que está empolgado com o novo trabalho: "Estou muito animado pela chance de trazer o clímax da saga para as telas. Como os fãs da série sabem, esse é um livro singular e nós esperamos criar uma experiência cinematográfica equivalente e única", afirmou o cineasta. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário